concertos @ optimus: Micro Audio Waves no Porto

Ir em baixo

concertos @ optimus: Micro Audio Waves no Porto

Mensagem  PapaNJam em Sab Set 06, 2008 6:58 pm

Banda portuguesa actuou ontem no Cinema Batalha, no Porto. Rui Reininho, Paulo Furtado e DJ Ride foram os convidados.

Quando a electrónica começou a sentir-se nas paredes do Cinema Batalha e Cláudia Efe, com um vistoso vestido vermelho, subiu a palco o ambiente começou a formar-se. De forma gradual, a música electrónica foi-se fundindo com o rock (não houvesse bateria, guitarra e baixo em palco) e a voz dos Micro Audio Waves (dificilmente poderia ser outra) foi pondo os pontos nos is.

Seja a sensualidade o cenário, seja mistério, seja a qualidade do que é mecânico ou robótico, as texturas criadas pelos Micro Audio Waves encontram sempre fiel correspondência na voz e palavras de Claudia Efe.

Só assim se explica que se possa ler um manual de instruções com tanta sensualidade ou que uma carta de amor possa parecer um documento eminentemente técnico. Mesmo quando as canções existem com estruturas similares, há sempre algo ou alguém que faz das tripas coração para torná-las um pouco mais complexas - o ruído e a estranheza ficam tão bem aos Micro Audio Waves.
Canções como "Curl Like Cannon Ball", "Odd Size Baggage" ou a belíssima "Shadows of Things" demonstraram a génese futurista e esquizofrénica (meio humana, meio maquinal) dos Micro Audio Waves e resgataram especial atenção pelos seus tons e cores contrastantes.

Mas depois vieram os convidados especiais, chegados dos territórios mais distintos. DJ Ride trouxe fogo nos pratos, Paulo "Legendary Tiger Man" Furtado trouxe o rock na pele de quem a tem vivido como se não houvesse amanhã e Rui Reininho, de chapéu de comandante na cabeça, trouxe o burlesco e a experiência para o dueto com Claudia Efe.

Foi de tal forma respeitada a fórmula e a química de "Fully Connected" (que impressiona pela sua força) que o senhor dos GNR e Claudia Efe terminaram a experiência a esfregar os narizes.

Durante duas horas e perante casa cheia, os Micro Audio Waves desfilaram canções, convidados e argumentos. Sem que tivessem feito disso bandeira, mostraram porque é que são umas das bandas com mais reconhecimento internacional (dentro do género) fora das portas - e nem é preciso lembrar o caso John Peel.

O valor acrescentado dos Micro Audio Waves é permitirem o flirt com as máquinas sem que isso implique perder-se a experiência sensorial.

Isso para além do factor elasticidade, provado mesmo no final quando DJ Ride, Rui Reininho e Paulo Furtado subiram todos juntos ao palco para, depois de uma espécie de jam que rendeu momentos altamente funk, pegarem de novo em "Fully Connected" rumo ao futuro possível.

PapaNJam

Mensagens : 2854
Data de inscrição : 03/04/2008
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum